INÍCIO DO PRAIA VERMELHA

A história do Praia Vermelha Va’a Clube se mistura à própria história da prática da canoa havaiana no Brasil. Tudo começa no ano 2000 com a chegada da primeira canoa V6 ao país, a Lanakila, trazida do Canadá por Ronald Willians em sua mudança de volta ao Brasil. Ronald apresenta para seus amigos, dentre eles Clovis Racy e Rogério Martins, sua paixão pela canoa, e o grupo começa suas primeiras aventuras pelo canal da Barra da Tijuca, saindo pelo quebra-mar, no Rio de Janeiro. Um ano depois, é formado o primeiro clube de canoa havaiana do Rio de Janeiro, localizado já na Praia Vermelha, o Outrigger Rio Clube. O esporte começa a se propagar com a produção das primeiras canoas em Santos (SP), onde também aconteceu o primeiro Campeonato no Brasil de Canoas Havaianas, promovido pela Canoa Brasil.
Em 2002, o Outrigger Rio Clube participa da Prova Internacional de 67km “La Porquerollaise” na Riviera Francesa. Nesse mesmo ano, no Rio de Janeiro, acontece a primeira prova oficial do estado durante a 57ª Regata da Escola Naval e, em dezembro, é realizada a primeira prova oficial Latino Americana — a Rio Va’a, na Praia Vermelha-RJ. Para ganhar experiência e conhecimento, os remadores partem para o Hawaii, onde são a primeira equipe brasileira a participar de uma competição, nas ilhas, a Queen Lili’uokalani Canoe Race, em Kona. Tendo conquistado o coração dos cariocas, a partir de 2003 o esporte se amplia com a formação de diversos clubes oriundos do pioneiro Outrigger Rio Clube. O Praia Vermelha Va’a Clube, ou PVV, é fundado por iniciativa dos remadores Clovis Racy, Pedro Pedrosa e Rogério Martins, com base na Praia Vermelha, Rio de Janeiro, e com apoio da Velox Fitness.

2000
2000
2000
2001
2001
2001
2001